fbpx
Contato
Rua Tabapuã, 1123, CJ. 82
Itaim, São Paulo – SP
nutricionista@laismurta.ntr.br
11 3078-3882
11 99680-8089
Siga nas Redes

Adoçantes naturais e saudáveis: Quem são, onde vivem e como se reproduzem?

Em alguns posts atrás, falei sobre o uso de adoçantes comerciais e o quanto podem ser prejudiciais, tão nocivos quanto o próprio açúcar! Mas há outras maneiras de ter o sabor docinho com adoçantes naturais muito mais saudáveis:

Stevia: Adoçante derivado da planta Stevia rebaudiana. Um dos maiores benefícios é que não impacta no aumento da glicemia e proporciona maior sensação de saciedade. Estudos também indicam que seu consumo no longo prazo, pode beneficiar a pressão arterial.

Xilitol: Trata-se de um álcool de açúcar (da mesma família do Eritritol), mas não se preocupe é apenas uma denominação química: não há álcool tampouco açúcar em sua composição. É naturalmente encontrado em frutas, verduras e legumes. Em nosso paladar, estimula o sabor doce, mas em nosso organismo não aumenta a glicemia, ponto super positivo. Atenção aos pais de pet: é muito seguro para humanos, mas faz mal aos cachorros, nada de compartilhar comida adoçada com xilitol!

Eritritol: Se destaca pela baixa caloria em relação a outras opções, e adoça bem os alimentos sem alterar os níveis de açúcar no sangue, sendo seguro para a maioria das pessoas. Mas atenção às quantidades! O Eritritol, assim como o Xilitol, fermenta no intestino e pode causar gases, diarreia e distensão abdominal, utilize quantidades pequenas.

É preciso também verificar com quais adoçantes essas opções são conjugadas, alguns produtos são unidos com outros compostos para melhorar o sabor residual, confira os rótulos!

Para os viciadinhos em açúcar de plantão, o interessante é substituir o açúcar e adoçantes comerciais por opções naturais, mas de forma gradativa apreciar o sabor natural dos alimentos. Essa é a melhor forma de se conectar com a comida, de forma livre e sem dependência. Conte com o seu nutricionista de confiança para te mostrar o caminho!

Instagram