fbpx
Contato
Rua Tabapuã, 1123, CJ. 82
Itaim, São Paulo – SP
nutricionista@laismurta.ntr.br
11 3078-3882
11 99680-8089
Siga nas Redes

Como os nutrientes modulam o sistema imunológico

Como os nutrientes modulam o sistema imunológico

Desde o momento do nosso nascimento, somos bombardeados por patógenos que possuem como único objetivo viver e se replicar em um ambiente quente, úmido e rico em nutrientes. Nem todos estes microrganismos são ruins, como por exemplo nossa microbiota que possui uma relação simbiótica com nosso trato gastrointestinal. Entretanto, muitos patógenos sobrevivem e se multiplicam utilizando mecanismos super especializados que permite que eles se infiltrem no nosso corpo, encontrando nichos nutricionalmente compatíveis para que se reproduzam, e então saiam e se espalhem pelo hospedeiro. Esses processos geram sintomas clínicos de doenças. Para combater microrganismos patogênicos, nosso elaborado sistema de defesa possui barreiras físicas e bioquímicas, células imunes especializadas e anticorpos que selecionam especificamente os patógenos. O sistema imune também auxilia na reparação de danos causados por danos nocivos causados por fatores externos, como poluentes ambientais e toxinas inatas dos alimentos (ex. lectinas nos feijões)
Cada estágio da resposta imune depende de determinados nutrientes. por isso uma alimentação nutricionalmente adequada é de extrema importância para a competência do sistema imunológico. Conheça os principais nutrientes envolvidos na resposta imunológica, alguns de seus mecanismos e seus principais alimentos fonte:

Vitamina A: fundamental para a manutenção da estrutura e integridade das células mucosas nas barreiras inatas (ex. pele, trato respiratório); principais fontes alimentares: abóbora, mamão, cenoura (pró-vitamina A), fígado, vísceras;

Vitamina D: na forma de calcitriol, regula proteínas antimicrobianas responsáveis por modificar a microbiota intestinal para uma composição saudável, e dá suporte para a barreira da mucosa intestinal, assim como protege os pulmões contra infecções; Principal fonte: exposição ao sol, alimentos enriquecidos;

Vitamina C: promove a síntese de colágeno e protege as membranas celulares dos danos causados por radicais libres, dando suporte para a integridade da barreira epitelial. Principais fontes: frutas cítricas, acerola, kiwi;
Vitamina B6, B12 e ácido fólico: Envolvidos na regulação imunológica intestinal; Principais fontes: carnes, ovos, vegetais verde-escuros, levedo de cerveja, cogumelos;

Ferro: Necessário para a produção de radicais livres produzidos por neutrófilos, para combater bactérias. Principais fontes: carnes, ovos, feijões, vegetais verde-escuros;

Zinco: Mantem ou aumenta a atividade das células NK (Natural Killers), envolvidas do combate à infecções intracelulares (ex. Vírus). Principais fontes: amêndoas, semente de girassol, semente de abóbora, carnes, ovos;

Magnésio: envolvido na em mecanismos de replicação e reparo do DNA. Principais fontes: vegetais verde-escuros, abacate, nozes, semente de abóbora, cacau;

Cobre: Necessário para a ação de neutrófilos, macrófagos, monócitos e células NK; possui propriedades antimicrobianas. Fontes: castanhas, cereais integrais, amêndoas

× Agende sua consulta!