Contato
Rua Tabapuã, 1123, CJ. 82
Itaim, São Paulo – SP
nutricionista@laismurta.ntr.br
11 3078-3882
11 99680-8089
Siga nas Redes

Ainda somos a geração Prozac?

Ainda somos a geração Prozac?

Recentemente li sobre o falecimento da escritora Elizabeth Wurtzel, autora do livro Prozac Nation (adaptado para o cinema como “Geração Prozac”), de 1994, uma obra importante onde narrou suas experiências com a depressão clínica, abrindo um diálogo mais amplo sobre o assunto.⠀

Infelizmente, de lá pra cá a depressão foi uma das doenças que mais cresceram no mundo. Por isso, é sempre importante falarmos sobre ela, trocar experiências e estudar estratégias para prevenir e tratá-la.⠀

E se antes essa discussão girava em torno do viés psicológico, psiquiátrico e medicamentoso, hoje sabemos que a alimentação é crucial para prevenir e auxiliar no tratamento de várias doenças, inclusive as mentais.⠀

Em posts recentes, falei de hábitos que auxiliam a saúde intestinal e desintoxicam o organismo. O intestino é responsável pela produção de até 90% da nossa serotonina, conhecida como o “hormônio do bem-estar”, e abriga uma infinidade de bactérias benéficas e contribuem para o seu funcionamento.⠀

O equilíbrio desses microrganismos, que compõem a microbiota ou flora intestinal, é essencial para manter a capacidade do intestino de produzir serotonina, além de filtrar toxinas, evitando inflamações e absorver nutrientes.⠀

Para isso, é importante consumir de alimentos funcionais, ricos em fibras e probióticos, e evitar opções industrializadas e ultraprocessados, álcool em excesso e ingredientes alergênicos como o glúten.⠀

Além disso, tenha um sono de qualidade e pratique exercícios físicos – são hábitos que fazem bem ao corpo e mente! E, em caso de dúvidas, procure orientação especializada!

× Agende sua consulta!