fbpx
Contato
Rua Tabapuã, 1123, CJ. 82
Itaim, São Paulo – SP
nutricionista@laismurta.ntr.br
11 3078-3882
11 99680-8089
Siga nas Redes

A alimentação pode abrir o apetite sexual feminino?

A alimentação pode abrir o apetite sexual feminino?

Hoje vou tratar desse tema que acomete uma grande parte do público feminino: a baixa libido! E as razões para tal são muitas: estresse, ansiedade e/ou depressão, uso de medicamentos, chegada da menopausa, entre outros. Nesse sentido é importante investigar a causa, e o tratamento pode ser multidisciplinar, mas uma das primeiras medidas a serem adotadas é uma alimentação equilibrada, investindo em ingredientes capazes de reacender essa chama!⠀

Estudos comprovam que a deficiência de vitamina D, por exemplo, pode provocar a disfunção sexual feminina (como baixo desejo sexual e lubrificação da região íntima, menor excitação, dores na relação, etc), nesse caso é importante inserir em sua dieta peixes (como salmão e sardinha) crustáceos, ovos e cogumelos.⠀

Além disso, consumir regularmente banana, abacate, grãos (como lentilha), chocolate (principalmente em sua versão amarga) e oleaginosas que também atuam na melhora da libido por trabalharem na liberação de neurotransmissores, afinal, uma mente tranquila é um fator determinante para uma vida sexual saudável.⠀⠀

E para apimentar – literalmente – a sua relação, inclua pimenta em sua dieta, ela contém capsaicina, responsável pelo sabor ardido do tempero e ainda possui efeito termogênico, aumentando a circulação sanguínea.⠀

Por outro lado, evite consumo excessivo de cafeína, gordura hidrogenada, água tônica, doces, laticínios e tabagismo.⠀

O desinteresse sexual pode afetar o seu relacionamento com o seu parceiro, mas principalmente com você mesma, desencadeando baixa autoestima, ansiedade, entre outros problemas. ⠀

Não sofra sozinha! Procure ajuda profissional para que você volte a ter uma vida mais plena e feliz!⠀⠀

 

× Agende sua consulta!