Aditivos alimentares e ganho de peso: será que existe uma relação?

Aditivos alimentares são substâncias adicionadas de forma intencional nos alimentos com a finalidade de modificar suas propriedades e melhorar a textura, cor, palatabilidade, além de aumentar a vida de prateleira. Diversos estudos investigam os agravos que os aditivos podem trazer à saúde (e acreditem, são muitos), porém, o que vem chamando atenção é o seu efeito sobre as células imunológicas.

Tanto a obesidade, quanto os desequilíbrios metabólicos de uma forma geral, tem uma forte relação com o sistema de defesa do corpo humano. Indivíduos obesos manifestam uma condição inflamatória que contribui para a resistência à insulina e no desenvolvimento de outras doenças, como por exemplo, diabetes do tipo II. Segundo pesquisas recentes,  os aditivos alimentares são um dos responsáveis por todo esse desarranjo metabólico e são apontados como uma das causas do ganho de peso excessivo.

Os acidulantes (citrato), espessantes (carragena), edulcorantes (sucralose, aspartame), conservantes (benzoato de sódio) estão entre os aditivos alimentares mais utilizados pela indústria. Por isso, busque sempre uma alimentação saudável, equilibrada e mais natural possível. Nunca deixe também de consultar o rótulo dos alimentos, a fim de saber exatamente o que está indo para sua mesa. Dúvidas? Procure um nutricionista!